Salvador é uma cidade que merece ser explorada e apreciada. Aproveite essas 5 dicas para descobrir o que os seus moradores adoram fazer aos fins de semanas e sinta-se em casa em Salvador!

 A poucos metros de nossa Pousada já encontramos a primeira atração “escondida” entre os casarões antigos do nosso belo Centro Histórico. 
 
 1. Tomar um famoso Cravinho: 

 Em um ambiente rústico com aspecto de taberna é possível encontrar dezoito rótulos de cachaça para beber em doses. Há também uma carta de respeito com 48 infusões artesanais à base de caninha. A mais famosa, o cravinho, mistura cravo, limão e mel e faz sucesso nas noites soteropolitanas.
 
 2. Agradecer ao Nosso Senhor do Bonfim

 Quem não se lembra das famosas fitinhas do Nosso Senhor do Bonfim quando se fala em Bahia? Pois existe um motivo para elas serem tão populares, basta visitar a Igreja do Nosso Senhor do Bonfim para entender. Lá, será possível encontrar sua grade externa repleta de fitinhas das mais variadas cores representando a fé de cada pessoa que por ali passou. A fita do Senhor do Bonfim é enrolada duas vezes no pulso e amarrada com três nós. A cada nó precede um pedido, realizado mentalmente, e que deve ser mantido em segredo até a fita se romper por desgaste natural. Após isso basta fazer o mesmo na grade da Igreja e esperar para seus pedidos se realizarem. 
 
3. Aproveitar a belíssima praia do Porto da Barra
 
Localizada no tradicional bairro da Barra, a praia do Porto possui uma pequena extensão de areia e é bastante frequentada aos fins de semana e feriados pelos soteropolitanos, possuindo uma pequena enseada de ondas calmas e água de temperatura agradável, bastante propício ao banho de mar e atividades esportivas como Stand Up Paddle e caiaque. No limite do passeio, em pedras portuguesas, é possível ter uma excelente vista da Ilha de Itaparica.
 
4. Ver o pôr do sol do Farol da Barra
 
Não muito distante da praia do Porto da Barra é possível caminhar pelo recém-reformado calçadão da orla da Barra até o Farol da Barra. Construído em 1698, foi o segundo farol existente em todo o continente americano. Atualmente ele se encontra preservado, restaurado e conta com um museu náutico em seu interior. Todos os dias várias pessoas vão ao Farol da Barra para apreciar o por do sol com uma vista deslumbrante para a Baía de Todos os Santos. Um programa imperdível para quem vem visitar Salvador.  
 
5. Comer um típico Acarajé no Rio Vermelho
 
O Acarajé é o maior símbolo da culinária baiana, e trata-se de um bolinho feito de massa de feijão-fradinho, cebola e sal, e frito em azeite de dendê e é difícil achar um soteropolitano que abra mão de um Acarajé em uma tarde de sábado. No boêmio bairro do Rio Vermelho é possível apreciar uma das baianas mais renomadas da cidade. Depois de comer o famoso acarajé, que tal visitar os bares e casas de festa da região? São os mais frequentados da cidade e é possível encontrar uma grande variedade de estilos musicais aos fins de semana.